Mês: Novembro 2011

#122 Estratégia=Diferenciação

Uma opção estratégica ao teu dispor consiste em diferenciar-te: no que fazes, no como fazes, na tua oferta, na tua localização…As hipóteses são imensas.
A aposta e investimento está orientada para te distinguires claramente dos restantes concorrentes, sendo reconhecido e (esperemos, valorizado) como um caso à parte.
Num mar de iguais, uma pequena diferença nota-se…

#121 Auditar

Pede a alguém de confiança (um parceiro, uma escola especializada ou um consultor externo) para auditar as actividades da tua organização ou um sector específico desta. 
Presta atenção às suas sugestões e comentários, podem ser muito úteis para o teu desempenho e melhoria.


P.S. – Garante que não estão com “paninhos quentes”.

#120 O melhor do mundo

Existe uma pressão para se se ser o melhor do mundo. Parece uma missão impossível mas depende da perspectiva com que encaramos a sugestão.

Define o teu “mundo” numa lógica de especialização e depois o que tens de fazer para ser o melhor. 
O teu “mundo” pode ser o espaço que consegues abranger (território próximo). O teu mundo pode ser definido em termos temporais (tempo de resposta ou disponibilidade). Ou ainda no universo de actividades que ofereces (o melhor a).
Se pensares diferente podes encontrar oportunidades para ser o melhor.

#119 Capital Humano

É frequente no discurso politicamente correcto do universo empresarial,referir-nos às pessoas na organização como capital humano.
Porém as práticas não acompanham as palavras. 
Que cuidados tens com as pessoas? Quantas vezes por ano monitorizas o desempenho, a evolução, o desenvolvimento das pessoas que tens ao teu dispor? O que tens feito para fazeres crescer o teu capital humano?
Se elas são assim tão importantes devíamos tratá-las tão bem ou melhor que outras expressões de capital…

#118 Estratégia=Liderar pelos custos

Liderar pelos custos não significa vender mais barato ou sacrificar a margem (ainda que o possas fazer).
Liderar pelos custos é um investimento claro e consciente na optmização interna e na produtividade, procurando suplantar continuamente a nossa capacidade de entregar um produto com valor mas com menor consumo de recursos.
Este trabalho, quando bem feito permite-te uma vantagem face aos concorrentes.

#116 Dá o exemplo

Verifica que o teu discurso coincide com as tuas acções. O exemplo é a melhor forma de indicar o caminho a seguir.
Está atento a todas as tuas atitudes e comportamentos. Ás vezes nem te apercebes de pequenas falhas que podem estragar um todo.
A que horas chegas e sais? Que comentários fazes? Como te apresentas? Como usas o que tens ao dispor?
Escreve as tuas reflexões. Rectifica e revê amiúde. Vais ver a evolução…

#115 Controla quem te deve

Conceder crédito pode ser uma prática importante para convencer um cliente a realizar negócio contigo. Mas com o tempo as dívidas de clientes podem atingir valores elevados, que comprometem a tua sustentabilidade.
Se não és um banco, o teu negócio não é conceder crédito. Por isso, controla os teus clientes, estabelece políticas de crédito bem definidas, acompanha as suas dívidas de terceiros e insiste para que paguem a tempo.
No limite, despede os piores. Talvez estejas melhor sem eles…